sexta-feira, 3 de abril de 2015

Mini férias Páscoa - Montargil

Em reta final na minha recuperação após a cirurgia há 3 semanas e 3 dias, já me sinto bem melhor, embora ainda não a 100%, e na próxima 2f já recomeço a minha vida profissional. Em jeito de despedida depois de uma recuperação mais caseira e para celebrar este tempo maravilhoso, resolvemos fazer uma escapinha a 4 e escolhemos o meu querido Alentejo! Adoro este sol único, a cor, a planície, o cheiro, as gentes!
A primeira paragem foi no Ribatejo, mais precisamente em Coruche, onde esticámos as pernas e petiscamos nas margens do rio Sorraia. Continuámos a nossa viagem e decidimos ir almoçar a Ponte de Sôr, um amigo tinha-nos recomendado o restaurante O Olivença, mas quando chegámos já pelas13h estava cheio e tínhamos que esperar pelo menos 45 minutos. Resolvemos encontrar outra alternativa, pois pedir a 2 crianças com fome e sono para esperar não é fácil! Depois de uma pesquisa rápida na internet e um reconhecimento no terreno, fomos à Fábrica do Arroz, uma antiga fábrica transformada em restaurante, e que mal correu, no final e arrependidos pela experiência pensámos mesmo que devíamos ter esperado os 45 minutos... 
Pequena descrição da má experiência: luz do wc feminino fundida (usámos lanterna do telemóvel), em alternativa ao wc feminino sem luz tentei ir com a Laura ao wc dos deficientes que estava transformado em sala de arrumos atulhado com móveis, inexistência de fraldário (improvisámos num sofá), cadeiras para as crianças imundas (limpámos com toalhetes), embora estivessem clientes na esplanada a única empregada de mesa do espaço informou-nos que tínhamos de almoçar no interior pois não conseguia dar conta de tantas mesas, comida a boiar em gordura incluindo a sopa dos miúdos (que não pôde ser passada) e o salmão grelhado, a cenoura e o feijão verde que o acompanharam estavam extremamente mal cozidos, salvou-nos a salada mista e o arroz de feijão do B. Fábrica do Arroz em Ponte de Sôr, uma experiência não recomendável e a não repetir!! 
Após o desaire do almoço, rumámos a Montargil ao nosso hotel - Nau Hotels - Hotel do Lago, que continua maravilhoso, aquela vista, a calma, os quartos, a cama, a decoração, a limpeza, as piscinas, a simpatia do pessoal, a qualidade do buffet ao jantar e pequeno almoço. Só a constante quebra de rede de telemóvel, 3G, Wi-Fi e televisão é que chateia um pouco, mas com tudo o resto tão bom, rapidamente se esquece! 
Após nos instalarmos e tentarmos descansar um pouco, vestimos os fatos de banho, pegámos na pequenada e fomos fazer um passeio pelo hotel, passando pelas vilas e rumando em direcção à Albufeira, depois de fazer o caminho inverso rumámos à piscina, a uma das várias, e aproveitámos o sol e o calor, que segundo dizem ainda não veio para ficar... 
Seguiu-se o banho e o jantar no restaurante do hotel, onde consegui comer só comidinha do bem, totalmente de origem vegetal e natural: vários tipos de vegetais de salada crus, legumes cozidos, grão, feijão, fruta e os L's comeram sopa, arroz de pato, muitos legumes e fruta, as mudanças de ares abre-lhes mesmo o apetite!
Depois de uma noite descansada, de um pequeno almoço maravilhoso, zarpamos para mais aventuras neste Alentejo! Até já! 

 

Sem comentários:

Enviar um comentário